SOBRE O FUTURO

015

 

Meu caminho cruzou-se afortunadamente com o de uma pessoa linda chamada Lynda! Talvez sua mãe (como todas elas) já soubesse que sua filha cresceria digna de carregar esse nome. Cada domingo vamos à yoga e como sempre, nos divertimos muito com as nossas conversas e observações sobre a vida. Confesso que o que mais gosto da aula são os quinze minutos finais de relaxação. Lynda sabe disso e ri muito quando esse momento se aproxima!O professor é ótimo, não me entendam mal mas aproveito, para tirar um cochilo e,quando o soninho me permite, para pensar sobre temas variados, inclusive o futuro:o que vou fazer dentro de uma semana, um mês, uma hora. Algo um pouco contraditório já que um dos principios do yoga é cultivar a total consciência do momento presente! “ Não viva no passado, não sonhe com o futuro, concentre a mente no momento presente”; “aproveite a vida, nunca se sabe o dia de amanhã”; “carpe diem”, etc. Sempre me pergunto, ao me deparar com uma frase como essas, – e como se faz isso? Como não planejar? Como não pensar no que preparar para o jantar ou para o almoço de domingo ou para uma ocasião especial? Como não sonhar e fazer planos para um bebezinho esperado e amado? Penso que pensar no futuro traz alguma felicidade sim! O que traz infelicidade é criar expectativas nas pessoas e situações e viver pensando que essas pessoas e situações serão como esperamos que sejam. Não estamos aqui, neste mundo, para satisfazer ninguém ou para ser satisfeitos. Não quero me extender na filosofia da vida, ainda que um pouco dela não faz mal a ninguém, mas acho que em vez de “perseguir borboletas”(adorava faze-lo quando criança) procurássemos a nós mesmos e ao que realmente nos faz felizes e para melhorar como seres humanos, o futuro seria brilhante! E nesse momento, acho que nos frustaríamos menos.

Existe uma frase que diz o seguinte:”Se o plano A falhar, lembre-se que existem as outras 25 letras do alfabeto”. Portanto, planeje, crie, viva, se emocione, se decepcione, sinta que está aqui para fazer algo por você primeiro e aos outros, plante coisas boas no seu caminho, tente ver coisas boas, tenha fé em algo, sinta o privilégio de estar aquí, prepare-se para a estrada e mais que tudo, seja você mesmo! Essa semana, planejei fazer um mousse de chocolate, o melhor que pudesse encontrar para retribuir o carinho de uma amiga, e ei-la aqui! Resolvi chamá-la Mousse Incrível dos Deuses Amados! A receita é uma adaptação de um Chef confeiteiro chamado Jacky Pfeiffer. Você, [email protected] [email protected] vai precisar dos seguintes ingredientes: 105 gr de um chocolate de boa qualidade com pelo menos 60% de manteiga de cacau(gosto de usar o chocolate amargo) – 250 ml de creme de leite líquido – 1 colher de sopa de mel de boa qualidade – 1 colher de chá de café instantâneo (meu toque) porque o café intensifica o sabor do chocolate.

Coloque o creme numa panelinha com a colher de mel e ferva. Enquanto isso, com o olho na panela (porque o creme de leite pode entornar!!!), pique o chocolate. Jogue então o creme quente no chocolate e mexa delicadamente até emulsificar todo o crème e o chocolate juntos. Reserve num cantinho da sua cozinha, até a temperatura ambiente e leve à geladeira. No dia seguinte, usando um liquidificador ou um desses processadores de mão ou varinha mágica, bata por alguns segundos até adquirir a consistencia de pudim gelado de mousse. Tá pronto para ser devorada!!!!

mousse